Pesquisar
Tópicos
  Login Inicio  ·  Tópicos  ·  Downloads  ·   ·  Enviar Notícias  ·  Top 10  
 Menu
· Início
· Downloads
· Enquete
· Enviar Notícias
· Estatística
· Fale conosco
· Forum
· Histórias Arquivadas
· Links
· Nos Recomende
· Pesquisar
· Pré-Inscrição - Cursos
· Reserva - Apostila
· Seções
· Sua Conta
· Top 10
· Tópicos
· WebChat

 Top Downloads
· 1: Lista de Exercícios de Matemática
· 2: Lista de Exercícios de Física
· 3: CDB - Lista de Exercício de Eletricidade
· 4: Apostila
· 5: Exercícios resolvidos para o ENEM !
· 6: Lista de Exercícios 01
· 7: Lista de Exercícios 4 Bimestre
· 8: Prova do Colégio Dom Bosco
· 9: Prova da Segunda Etapa da Área de Exatas - MANHÃ - UFMS Inverno 2002
· 10: Prova de Conhecimentos Gerais - Inverno 2002

 Top10 Links
· 1: Colégio Dom Bosco
· 2: Show da Lua
· 3: Colégio Latino Americano
· 4: 3º ano H do Colégio Dom Bosco
· 5: Web Site - Professor Heron
· 6: Bandas de Garagem - OHNESTERN
· 7: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
· 8: terceiro B
· 9: 3º C do Colégio Dom Bosco
· 10: Kraftwerk

Conhecimento é responsabilidade

(836 total de palavras neste texto)
(4182 leram)   Imprimir




Comentário:

O conhecimento que vem sendo alcançado pela humanidade tem permitido que desfrutemos de muitos benefícios. Por outro lado, o modo como o temos aplicado também tem gerado problemas de difícil solução. Por exemplo, a tecnologia que permite o uso de combustíveis como fontes de energia em motores de combustão, dispositivos industriais e usinas de geração de energia tem permitido a execução de atividades essenciais, mas também tem causado terrível poluição atmosférica. O acúmulo de poluentes na atmosfera, gerados a partir de atividades humanas, tem sido apontado como grande responsável pelo  aumento do efeito estufa (que está causando sérias alterações no clima do planeta), a chuva ácida, a destruição da camada de ozônio (que nos protege das radiações UV-B), e o conseqüente surgimento de doenças graves entre as pessoas, além de destruição massiva de diversas espécies de seres vivos, diminuição da produtividade agrícola e intensas alterações em delicados ecossistemas.!

Na região centro - oeste do Brasil, no período de estiagem, que geralmente se estende de maio a setembro, é comum a prática das queimadas. Muitas pessoas parecem desconhecer o quanto agridem a sua saúde, a outras pessoas e ao ambiente, ao provocarem a queima de materiais, ocasionando a liberação de poluentes extremamente tóxicos, como hidrocarbonetos poliaromáticos, furanos, dioxinas, além de ozônio (troposférico), óxidos de nitrogênio, entre outros.

As queimadas também têm efeitos devastadores sobre a fauna, ao causarem grande mortandade de animais, especialmente filhotes, e destruição de seu habitat. Por isso, é muito difícil e demorada a recomposição da fauna de uma região após uma extensa queimada. Também tem sido bem demonstrado que as queimadas resultam em severa diminuição da fertilidade do solo, causando grandes prejuízos aos produtores rurais que a utilizam para limpar terras a serem empregadas para a agricultura ou pecuária.

Muitos fatos têm ocorrido, apesar do conhecimento científico atual permitir a avaliação dos seus devastadores efeitos negativos sobre a saúde humana. Por exemplo, o emprego de nitratos e nitritos (salitres) como conservantes em laticínios e alimentos industrializados derivados de carne, como salames, presuntos, salsichas, etc. Como é possível que tais substâncias continuem a ser acrescentadas a alimentos, se desde a década de 1970 já foi comprovado cientificamente que nitratos e nitritos são carcinogênicos? A mesma pergunta se aplica aos alimentos defumados e a certos corantes alimentares artificiais, que são extremamente danosos à saúde?

Também seria necessário perguntar a pecuaristas que empregam agentes anabolizantes em seus animais de criação, se os mesmos têm conhecimento de que os resíduos de tais substâncias, presentes nos alimentos, podem causar feminilização e infertilidade masculina; câncer de próstata, mama, ovários, entre outros; má formação congênita; e que as concentrações de anabolizantes em alimentos, necessárias para que estes efeitos sejam desencadeados são muito pequenas? Por exemplo, há relatos científicos que demonstram que o zeranol, um anabolizante, quando presente nos alimentos na faixa de concentração de miligramas por tonelada, já apresenta efeitos cancerígenos.

Há estudos recentes que demonstram que é perigoso acondicionar alimentos em embalagens plásticas ou latas revestidas internamente por uma camada plástica, por que as mesmas liberam substâncias como ftalatos e bisfenol A, que apresentam efeitos estrogênicos (hormônio feminino). Tais substâncias desencadeiam diversos tipos de câncer, além de diminuição da fertilidade masculina e deformações no desenvolvimento de crianças, além de severos efeitos sobre a fauna. O mesmo efeito foi observado para o nonil-fenol, um componente de detergentes que tem contaminado águas de abastecimento em diversos países. 

O DDT e outros agrotóxicos organoclorados também apresentam efeitos estrogênicos, cancerígenos e mutagênicos, entre outros, o que ocasionou a restrição de seu uso, no Brasil, em 1985. Entretanto, uma pesquisa realizada pela mestranda Felizana Palhano, orientada pela professora Márcia da Matta, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, demonstrou que a água de ab! astecimento do Município de Dourados-MS está contaminada com agrotóxicos organoclorados, provenientes de culturas da região.  Ou seja, será que os agricultores que aplicam tais venenos em suas culturas têm idéia do mal que estão causando a si próprios e a milhares de habitantes daquele município?

Os eventos descritos acima são poucos exemplos dos erros que temos cometido, mesmo quando o conhecimento científico permite que tenhamos a consciência de que estamos errando. Para que serve o conhecimento, se não somos capazes de utilizá-lo para diminuir o sofrimento? De que maneira os conhecimentos essenciais à manutenção da saúde poderiam desencadear ações que efetivamente resultassem na minimização dos problemas? Por quanto tempo, ainda, teremos que assistir, inertes, ao desenfreado alastramento de doenças como câncer, disfunções hormonais, deformações congênitas, entre tantas outras, desencadeadas por contaminantes que estão presentes no ar, na água e nos alimentos?

* Sonia Hess é engenheira química com pós-doutorado em Química pela Universita Cattolica Del Sacro Cuore Instituto Di Chimica e Chimica Clinica (UCSC) na área de Química dos Produtos Naturais, Itália; pós-doutorado em Química pelo Departamento de Química Orgânica da Universidade de Campinas (Unicamp) na área de síntese orgânica; professora do Departamento de Hidráulica e Transporte/Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (DHT/CCET/UFMS).

Este trabalho contou com o apoio do Fundo Nacional do Meio Ambiente - Ministério do Meio Ambiente.

  

[ Voltar Artigos da Professora Dra. Sonia Hess | Índice de Seções ]
Início  ·  Tópicos  ·  Downloads  ·  Sua Conta  ·  Enviar Notícias  ·  Top 10



Web site Engine's code is Copyright © 2002 by PHP-Nuke. All Rights Reserved. PHP-Nuke is Free Software released under the GNU/GPL license.